(21) 97686-7636

FILMES, SÉRIES E DOCUMENTÁRIOS SOBRE FOTOGRAFIA DISPONÍVEIS NA NETFLIX OU YOUTUBE

Todo mundo que é apaixonado por fotografia e/ou trabalha com isso busca sempre boas referências para inovar e se inspirar. O cinema é, sem dúvidas, um dos meios para se fazer isso. Há diversos filmes de ficção, documentários e séries que contam histórias de fotógrafos ou com a temática da fotografia.

Listamos alguns filmes, documentários e séries que você pode assistir caso tenha curiosidade em saber mais sobre trabalhos de fotógrafos renomados e histórias que mostram a árdua tarefa de fotógrafos de guerra, por exemplo.

1) MIL VEZES BOA NOITE

O filme Mil Vezes Boa Noite (1.000 Times Goodnight) é um longa-metragem de drama, lançado no Brasil em 2014, dirigido pelo norueguês Erik Poppe, com roteiro de Erik Poppe e Harald Rosenlow Eeg, e estrelado por Juliette Binoche e Nikolaj Coster Waldau.

O filme conta a história da fotógrafa de guerra, Rebecca, uma das mais renomadas profissionais do ramo. Rebecca consegue sair viva de um grande ataque em uma das regiões de conflito em que trabalhava. Seu marido e suas filhas, cansados da rotina de perigo vivida por Rebecca, pedem que ela retorne para a casa. Rebecca retorna, mas o grande dilema é: seguir na carreira de fotógrafa de guerra ou se dedicar a família?

Além de uma fotografia maravilhosa, o roteiro também apresenta um jogo de sentidos interessante, como, por exemplo, uma discussão que Rebecca tem com uma das filhas. A menina pega a câmera fotográfica da mãe e começa a fotografá-la enquanto Rebecca está aos prantos, chorando.

O filme está disponível no Netflix.

 

 

2) Tales By Light (2015)

A série Tales By Light (Contos da Luz) é um conjunto de documentários de média-metragem, lançado oficialmente em maio de 2015 pela Netflix, mas que já havia sido exibida na Austrália e na Nova Zelândia. Foi criada por Abraham Joffe e produzida pela Canon Austrália, em parceria com a National Geographic.

Os episódios são dedicados para acompanhar fotógrafos renomados do mundo todo: Art Wolfe, Darren Jew, Richard I’Anson, Peter Easteway e Krystle Wright. Eles exploram ambientes diversos, como tribos indígenas e o fundo do oceano. A série foi inteiramente filmada em 4K. Atualmente, a série possui duas temporadas.

O primeiro episódio mostra o fotógrafo marinho australiano Darren Jew fazendo belas imagens das baleias-jubarte acasalando em Tonga, das ruínas de um biplano de 70 anos e de um vulcão ativo na Nova Guiné. O segundo episódio mostra o fotógrafo Richard I’Anson fazendo retratos de um ritual do fogo, tentando fotografar o esquivo leopardo-das-neves do Himalaia e registrando o famoso Festival de Holi. O terceiro episódio mostra a fotógrafa de esportes radicais Krystle Wright fazendo fotos de mergulhadores livres em Vanuatu, uma ilha na Oceania, de praticantes de highline, no Colorado, e de parapentes em Utah. E assim por diante, é um episódio mais incrível que o outro.

A série é original da Netflix.

 

 

3) Repórteres de Guerra (2010)

O filme Repórteres de Guerra (The Bang Bang Club) foi lançado nos Estados Unidos em 2011, dirigido pelo americano Steven Silver, que também assina o roteiro, e estrelado por Taylor Kitsch, Ryan Phillippe, Malin Akerman e grande elenco.

O filme conta a história de um grupo de quatro fotojornalistas que tem a missão de cobrir as primeiras eleições na África do Sul após o Apartheid, movimento de segregação racial adotado de 1948 a 1994. O grupo passa a fotografar a miséria do povo, a violência e o descaso do governo. Uma das críticas presentes no filme é sobre o psicológico dos fotógrafos, que precisam ser frios e registrar todos os momentos. Em uma cena do filme, o repórter Greg fotografa um homem sendo assassinado a golpes de faca.

O filme está disponível no Youtube.

 

 

4) O Sal da Terra (2014)

“O Sal da Terra” é um documentário, lançado no Brasil em março de 2015, com direção do alemão Wim Wenders e co-direção do brasileiro Juliano Ribeiro Salgado, direção de fotografia de Juliano Ribeiro Salgado e Hugo Barbier, e que conta a história de Sebastião Salgado, um dos mais importantes fotógrafos do mundo.

O filme conta a trajetória de Sebastião desde os seus primeiros trabalhos fotográficos, em Serra Pelada, passando pelo registro da miséria na África e também no Nordeste, chegando até sua primeira obra: Gênesis.

Juliano Ribeiro Salgado é filho de Sebastião Salgado e registrou diversos momentos do pai quando viajavam juntos a trabalho. Depois, convidou Wim Wenders para dirigir o filme. Wim deu sua característica ao documentário: bastante close, imagens em preto e branco e depoimentos longos e reflexivos.

A montagem mescla cenas em preto e branco de Sebastião trabalhando, cenas coloridas e inúmeras fotografias do brasileiro. É, nitidamente, um legado do trabalho de Sebastião Salgado, pois abre leque para que o fotógrafo conte suas experiências através de suas próprias fotografias.

 

 

5) McCullin (2012)

McCullin é um documentário lançado em Vancouver em 2012, com direção dos irmãos Jacqui e David Morris e que foi indicado ao Prêmio BAFTA de Cinema, em 2012, na categoria Melhor Documentário. O filme conta a história do fotojornalista Don McCullin, que passou três décadas fotografando guerras e desastres pelo mundo.

O filme busca retratar a capacidade de McCullin de ver beleza em desastres, mas também o lado cruel da profissão, uma vez que atinge diretamente o psicológico de quem está trabalhando. Contudo, o filme não foca apenas no lado negativo deste trabalho, mostrando McCullin muito mais do que um simples fotógrafo, mas como um ser humano disposto a ajudar em meio ao conflito.

O fotógrafo, que é semianalfabeto, fotografou as guerras do Vietña, Camboja, Congo, Biafra, Bangladesh, El Salvador e também do Oriente Médio. Para fazer as fotos, muitas vezes, chegou a arriscar a própria vida. O documentário conta sobre uma vez em que McCullin fingiu ser um mercenário para conseguir furar um bloqueio e passar duas semanas com um grupo militar. Don conta sua paixão por fotografar guerras, mas não esconde que isso destruía seu emocional. Hoje, com mais de 80 anos, ele não fotografa mais guerras.

O filme pode ser encontrado no YouTube em qualidade média.

 

 

6) The Woodmans (2010)

The Woodmans é um documentário lançado nos Estados Unidos em janeiro de 2011, dirigido pelo alemão Scott Wills, indicado ao Gotham Independent Film Award de Melhor Documentário e que conta a história da fotógrafa Francesca Woodman, filha de George e Betty Woodman. Todos artistas.

O documentário mostra as obras da jovem fotógrafa que tirou a vida de forma trágica, saltando da janela de seu estúdio em Nova York, no dia 19 de janeiro de 1981, e também traz depoimentos de familiares próximos, como de seu irmão, que contou a importância da arte para a família e para Francesca. Segundo a família, a fotógrafa era tão apaixonada pela arte que, após um bloqueio criativo, tirou a própria vida.

Francesca ficou conhecida nos Estados Unidos por seu trabalho com autorretrato e retratos de mulheres nuas, sempre em preto e branco. Em seus autorretratos, Francesca também está quase sempre nua ou vestida com roupas vintages e íntimas. Geralmente, ela está sozinha em cômodos grandes e vazios com móveis bem usados e paredes manchadas. A linguagem é claramente barroca com traços simbolistas.

Até hoje, estudiosos buscam evidências de que Francesca teria passado a mensagem de seu suicídio em suas fotografias. Nada, no entanto, é comprovado.

No Youtube, é possível encontrá-lo com qualidade média.

 

 

7) Chevolution (2008)

Chevolution é um documentário de longa-metragem, lançado em 2010, dirigido por Trisha Ziff e Luis Lopez, e que conta a história e examina o legado da famosa fotografia Guerrilheiro Heroico: um retrato de Che Guevara feito pelo fotógrafo cubano Alberto Korda Díaz, em 1960. A foto foi feita em uma missa fúnebre. Oito anos depois, a fotografia se tornou um fenômeno na Europa e na América Latina, se tornando símbolo internacional de diversos protestos políticos de comunistas e, até mesmo, de capitalistas. Até os dias atuais a imagem é utilizada para estampar camisetas, bonés e diversos outros produtos, sendo considerada a imagem mais reproduzida do mundo.

O documentário tem como objetivo investigar como e porquê o retrato se tornou tão popular e mostrar o processo da foto, que não foi utilizada em nenhum jornal em 1960, aparecendo apenas na revista “Paris Match”, em 1967. Neste mesmo ano, Che Guevara morreu e a fotografia se tornou famosa. Curioso que, em entrevista, o fotógrafo cubano disse que tirou apenas duas fotos de Che naquele dia, na missa fúnebre, e que jamais imaginou a proporção que a imagem tomaria.

O filme não está disponível na Netflix. No Youtube, ele não está disponível para locação, mas é possível encontrá-lo com qualidade média.

 

 

8) A Fotografia Oculta de Vivian Maier (2013)

A fotografia oculta de Vivian Maier (Finding Vivian Maier) é um documentário lançado nos Estados Unidos em março de 2014, dirigido, produzido e roteirizado pelos americanos John Maloof e Charlie Siskel, que concorreu a diversos prêmios, entre eles o Oscar de Melhor Documentário, Emmy de Melhor Notícia e Documentário e Prêmio BAFTA de Melhor Documentário, e que conta a história da caixa repleta de negativos adquirida por John Maloof em um leilão. Os negativos eram de Vivian Maier, e revelam uma fotógrafa solitária, criativa e que não recebeu reconhecimento em vida, sendo reconhecida apenas após o filme de Maloof.

Por ser um documentário investigativo, o filme torna-se ainda mais interessante. Em 2007, John Maloof, corretor de imóveis e acostumado a participar de leilões, adquiriu uma caixa de negativos que pertenciam a Vivian Maier, mas ele não fazia ideia de quem ela fosse. Intrigado, John passou a buscar informações sobre a vida e trabalho de Vivian. Após a morte da fotógrafa, ele se aprofundou tanto na busca pelo trabalho escondido de Vivian que acabou encontrando outras caixas de negativos da fotógrafa e, até mesmo, um depósito onde ela guardava diversas coisas, inclusive todas as edições dos jornais que lia.

O filme não está disponível na Netflix Brasil, apenas na dos Estados Unidos, mas é possível encontrá-lo no Youtube em FULL HD.

 

 

9) Captura (2012)

Captura é uma série documental disponível no Youtube que mostra o dia a dia de Mark Seliger, fotógrafo de celebridades e bandas de renome mundial, como Rolling Stones, Bil Clinton, Thomas Haden Church e diversos outros. Atualmente, Mark tem seu estúdio de fotografia em Manhattan. A série explora o trabalho do profissional com artistas, as histórias por detrás das fotografias e, também, revela segredos de negócios do famoso fotógrafo. O primeiro episódio foi disponibilizado no Youtube em março de 2012 e o último episódio em novembro de 2013.

A série está disponível apenas no Youtube, no canal Reserve Channel. A série é de graça.

 

 

10) Picture Perfect

Picture Perfect não é uma série que você verá na Netflix, pois foi produzida pelo Vice, um grupo de mídia global jovem que tem 36 redações espalhadas por 25 países, inclusive o Brasil.

Sempre produzindo conteúdos interessantes em vídeo, criaram uma série chamada “Picture Perfect”, que acompanha a vida de fotógrafos modernos, da atualidade. Se falamos sobre McCullin vivendo a guerra do Vietña, ou o trabalho de décadas de Sebastião Salgado, os fotógrafos mostrados pelo Vice vivem a modernidade. Cada episódio é dedicado para acompanhar um desses fotógrafos.

Há episódios sobre Asger Carlsen, Christopher Anderson, Chloe Dewe Mathews, Stefan Ruiz, Vicent Fournier, Donald Weber, Patrick Brown e James Mollison e muitos outros.

A série pode ser conferida no site da VICE.

Há vários outros filmes, documentários e séries que falam sobre fotografia, e isso mostra a importância da captura de imagens para o mundo todo. Mostra como um simples retrato, como o de Che Guevara, pode se tornar um marco; como trabalhos nunca divulgados, como de Vivian Maier, são descobertos por corretores de imóveis que gostam de leilões; mostra, também, que a fotografia é universal: é a natureza, é o fundo do mar, são tribos espalhadas pelo mundo, as guerras e os problemas sociais, além de casamentos, ensaios e eventos. A fotografia tem o poder de mudar o mundo e não é à toa que ela fala mais que mil palavras.

 

 

O Fotógrafo de Mauthausen (2018)

Atualizando nossa lista: o filme O Fotógrafo de Mauthausen, de 2018, é um dos filmes obrigatórios desta lista. Dirigido pela espanhola Mar Targarona, o longa aborda uma história ligada ao complexo de campos de concentração de Mauthausen, durante a Segunda Guerra Mundial, sob a ótica do fotógrafo espanhol Francesc Boix, que era escravo no local.

Ao saber que a guerra estava perdida, Hitler ordenou que todos os arquivos de Mathausen fossem exterminados e que desaparecem completamente. Prontamente, Boix percebeu que a ordem se tratava de uma literal queima de arquivos a fim de evitar condenações futuras. E aí que começa a trama do filme. Vale muito à pena!

 

Bons filmes, séries e documentários para você!

Fonte:https://www.epics.com.br

17 de janeiro de 2020

Comentários no Facebook

Tv Photoshop

Sobre Escola de Fotografia Tv Photoshop

Com mais de 10 anos de Mercado a Tv Photoshop é uma iniciativa de seu CEO e Fundador Leandro Duarte que apaixonado por fotografia e amante incondicional do Photoshop e Lightroom

Quem está online

Não há usuários online neste momento
© Escola de Fotografia Tv Photoshop